11/08/2020

Configurações de brilho ideais para Resident Evil 2 e 3

Introduzido no aterrorizante Resident Evil 7, o motor gráfico RE Engine surpreendeu a todos por alcançar níveis impressionantes de fotorrealismo, contando com efeitos de iluminação e sombras dinâmicos que se combinam com técnicas de captura de movimento, escaneamento em 3D e renderização inteligente. Ainda, possui a capacidade de apresentar resoluções em 4K, tecnologia HDR e suporte ao VR (realidade virtual), tudo isso com altas taxas de quadros por segundo, sempre acima dos habituais 30 frames. Os dois recentes remakes, Resident Evil 2 e Resident Evil 3, receberam atualizações (patchs) que não apenas acrescentaram conquistas (ou troféus) e DLCs, mas também correções de bugs e melhorias de performance, tornando a sua experiência muito mais estável e próxima dos almejados 60 frames por segundo em todas as plataformas disponíveis.

Entretanto, existe um problema que atrapalha a experiência de alguns jogadores: o RE Engine permite definir configurações personalizadas de brilho, visando proporcionar a melhor imagem possível segundo os gostos do próprio jogador. Como as opções não possuem explicações tão detalhadas, muitos acabam obtendo uma imagem excessivamente escura ou com aspectos cinzentos e borrados. Nesse artigo rápido, compartilho as configurações que utilizo em um Xbox One S e explico também como o processo deve ser feito. Vamos lá?

Resident Evil 2


Para acessar a opção de ajuste de Brilho, vá ate o Menu e selecione Opções, depois Exibição e por último, Brilho. Vamos primeiro às configurações do Resident Evil 2, um game bastante escuro, principalmente em ambientes de fora da delegacia de polícia. Recomendo desativar também a opção Granulação de Filme (Film Noise) para obter o resultado mais nítido possível:

A primeira tela permite regular o nível de Brilho Máximo. Se o Brilho Geral (última tela) estiver com um valor muito baixo, a regulagem afetará a nitidez com que a imagem será exibida. Por isso, recomendo colocar no valor máximo, deixando as cores vivas mas sem perder suas características.
A segunda tela é o Brilho Mínimo. Novamente, se o Brilho Geral estiver com valores errados, a configuração equivocada do Brilho Mínimo fará com que a imagem fique acinzentada. Selecione o menor valor possível.
Por último, o ajuste de Brilho Geral. Esse é bastante pessoal e é o mais importante, e caso a regulagem não tenha sido feita corretamente nas etapas anteriores, níveis altos deixarão a imagem  muito acinzentada. Recomendo seguir à risca todas as etapas e caso queira uma experiência próxima dos trailers oficiais, selecione 5 níveis além do padrão, ou seja: 3 níveis antes do valor máximo. Caso a imagem pareça escura demais para você, experimente a segunda sugestão:
Selecionando 2 níveis antes do valor final, o jogo ficará mais claro e com mais detalhes perceptíveis, mas sem apresentar tons excessivamente acinzentados.
Importante: embora eu tenha compartilhado as configurações ideais para mim, talvez você prefira um resultado ligeiramente diferente, por isso também expliquei os critérios que devem nortear a sua configuração. Portanto, sinta-se livre para experimentar outros valores no ajuste de Brilho Geral. Aliás, compare os resultados das duas configurações de Brilho Geral sugeridas:



Com as configurações de brilho do Resident Evil 2 definidas, vamos então às configurações de brilho do novíssimo Resident Evil 3.

Resident Evil 3


No remake do terceiro título numerado da franquia, o RE Engine foi bastante aprimorado, contando com modelos poligonais e texturas ainda mais dotados de fotorrealismo. A iluminação também foi aperfeiçoada, o que contribuiu para o desenvolvimento de ruas maiores e favorecidas de uma iluminação muito melhor e mais convincente se compararmos com o seu antecessor. Por isso, faço também 2 sugestões de Brilho Geral: a primeira com valores maiores e a segunda com valores menores, idênticas às configurações do Resident Evil 2:

Essa é a mesma configuração de Brilho Máximo usada em Resident Evil 2, proporcionando uma aparência semelhante. Se adéqua a qualquer local do jogo, seja ele muito claro ou muito escuro.
Com o Brilho Mínimo existem duas opções: selecionar também a mesmas configurações do Resident Evil 2 ou optar pelo valor mínimo, caso a imagem apresente cores muito fortes (isso pode acontecer ao definir valores maiores no Brilho Geral).
Aqui, experimentei um valor maior e alcancei um efeito que favorece a iluminação dos cenários urbanos sem tornar a imagem acinzentada (devido às melhorias feitas no RE Engine). Porém, os lugares escuros (como os esgotos) podem parecer menos sombrios para algumas pessoas, e por isso temos a segunda sugestão abaixo:
Essa é a mesma configuração de Brilho Geral usada em Resident Evil 2, proporcionando níveis de escuridão maiores, embora ambas as configurações se adequem a qualquer local do jogo sem apresentar tons acinzentados.
É claro que não poderiam faltar imagens para comparar as duas sugestões de configuração de Brilho Geral. Repare nas melhorias feitas na iluminação do RE Engine. Mudei a ordem das fotos dessa vez: primeiro a configuração mais clara e sem seguida a mais escura:



Bom, essas foram algumas considerações e sugestões rápidas sobre os níveis de brilho ideais para games que usufruem do RE Engine. Espero ter conseguido auxiliar de alguma forma todos que tiveram sua experiência afetada pela falta de clareza (trocadilho não proposital) nas informações disponíveis sobre o assunto. E encerramos por aqui.

E é isso aí. #FiqueEmCasa

ATUALIZAÇÃO: Algumas imagens foram substituídas por outras que representam fielmente as configurações sugeridas do guia. Também corrigi alguns trechos para tornar as explicações um pouco mais didáticas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário